Beastars – Lado Selvagem

Beastars é um quadrinho japonês escrito por Paru Itagaki que recentemente estreiou como anime (série animada japonesa) na Netflix.

A série mostra um mundo habitado por animais antropomórficos, onde herbívoros e carnívoros coexistem, para isso ser possível algumas regras devem ser impostas, tais como ser proibida a venda e consumo de qualquer tipo de carne que não de soja e uma espécie de segregação em alguns locais públicos para separar os carnívoros dos herbívoros. A história é extremamente elogiada pela crítica e aborda diversos assuntos atuais de forma profunda e artística sem que fique difícil de entender.

Entre os assuntos tratados, um dos principais é o reprimimento do lado selvagem, muito visto no protagonista, o lobo Legoshi, que é muito tímido e contido, andando encurvado, se isolando, com medo de si mesmo e de sua ferocidade. Na sociedade em que vive, ele aprendeu desde cedo a se conter, pois como predador é perigoso por natureza e pode acabar machucando um animal menor se não se controlar. Porém a séria vai além dos horizontes do protagonista mostrando uma sociedade onde todos, de alguma forma, precisam se conter. Realidade esta, que por mais animalesca que seja, é igual a nossa.

O lobo fala baixo, sem abrir muito a boca, pra não assustar os outros com suas presas, o veado como um ser majestoso, esconde suas fraquezas, até o prefeito leão se submeteu a cirurgias plásticas faciais para parecer mais dócil. Mas não se pode esconder por completo, o seu eu acaba vazando, em tiques nervosos, ataques de ansiedade, excessos de raiva, vícios, por mais aceitáveis que sejam socialmente, é como uma panela de pressão que a qualquer hora pode explodir, pode ser em uma crise de pânico ou em arranjar uma briga sem nenhum propósito, a necessidade latente de aparecer, não por egocentrismo ou algum complexo de superioridade, apenas por estar sufocando dentro de quem fingimos ser.

Algumas grandes questão de Beastars são: Como ser você mesmo depois de tanto tempo fingindo ser outra coisa? Vale a pena aparecer sabendo que não irão te aceitar? Como não deixar que exploda o seu pior lado? Em Beastars ou na vida real, ainda somos animais, talvez devemos apenas aceitar mais nosso lado fluido e sermos livres ao invés de nos engaiolar, antes que exploda nosso lado selvagem.

Segue a primeira abertura do anime: Wild Side (Lado Selvagem)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.