Um breve ensaio acerca da importância da Arte

imagem

Tentar conceituar a arte é algo muito complexo pela subjetividade da mesma e amplitude também, mas eu tentarei, e posteriormente explicarei, caso seja necessário. (demorei mó tempo nisso)

 

“Atividade / Manifestação de Sentimentos ou emoções que pode ser externalizada por diversos meios, seja musical, tecnológicos, Visualmente entre outras. ”
Essa é uma definição simplista mas acho que serve kkkk. Me perguntei se deveria acrescer nessa definição “Manifestação humana”, mas uma vez que, por exemplo, uma máquina(inteligência artificial), mesmo que não tenha atingido a singularidade(termo usado na área de Ti que estuda/desenvolve a inteligência artificial, para se referir ao momento em que uma IA tenha noção da sua existência, e passe a pensar por se própria ), for desenvolvida para achar que sente, ela está se expressando sim.
A arte, é a atividade consciente, e chega mais perto do nosso inconsciente, ela é a pura expressão dos sentimentos de alguém, ao mesmo tempo possui peculiaridades do seu tempo
por tanto é sempre pessoal e coletiva, se lhe for pedido para desenhar uma paisagem, que 3 outras pessoas estão vendo, e também irão a desenhar, ignorando as limitações técnicas, de cada artista, é bem provável que tenham visões diferentes sobre o mesmo objeto a ser observado. Um contador Polonês chamado Alfred Korzybski, na primeira metade do seculo XX, disse uma das minhas frases preferidas da PNL(Programação Neurolinguística)
 “Mapa não é território”
Alfred Korzybski
Que basicamente quer dizer: A visão sobre algo nunca vai ser a definitiva sobre a mesma, porque seus filtros, vivências e preconceitos influenciam na percepção da mesma . Eu sempre admirei e tentei entender a maioria de manifestações artísticas, mas sempre que ia manifestar-me em forma de música, poesia ou canto, pensava duas/ três vezes sobre o que poderia sair, sobre o que pensariam sobre isso, e até mesmo se daqui a 5 minutos eu não acharia aquilo que eu fiz uma merda.
Percebi que é uma forma errônea de encarrar a arte, porque a arte é também a manifestação imediata, não estou apoiando aqui, o imediatismo nas relações, mas a expressão.
Coisas incríveis podem surgir de um sentimento que perdura por pouco tempo, o medo de julgamento é uma constante pra maioria das pessoas, você acaba abandonando bastante coisas que você gosta de fazer para “Não ficar mau falado”, só que isso é uma tentativa frustrada, pois agradar a todos é algo indubitavelmente impossível a nós meros mortais (creio eu que até seres espirituais, a exemplo de Cristo).
Julgam tantos os adolescentes e jovens por terem necessidade de se enquadrarem numa tribo, mas pense… quantas coisas você deixou de fazer, para não pensarem mau de você?… E obvio que abrir mão de certas coisas é necessário pra viver em sociedade, somos series sociáveis desde a nossa concepção, mas quando suas ações não ferem seus princípios, e nem a liberdade individual alheai, não há porque se recriminar, uma vida com esse tipo de comportamento não é saudável.
A maioria do seu ciclo social não se importa tanto com você, não vibra com suas vitorias, mas apontará seus tropeços, não vale a pena podar-se por isso, expressar-se é necessário.
procure uma atividade artística se não tiver ainda, externalizar emoções, sejam negativas(de forma não danosa) ou positivas é imprescindível para uma vida equilibrada.
Obs: Provavelmente ainda escreva sobre a importância das emoções negativas.

 

 

FIm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.